Ghee: Aprenda Como Preparar A Manteiga Clarificada

Originária da Índia milenar e parte dos princípios da medicina e a nutrição Ayurveda, a manteiga Ghee ganhou notoriedade recentemente como ingrediente gourmet e saudável. Mas o que é a Ghee?

Ghee nada mais é do que uma manteiga comum sem sal, feita a partir de leite de vaca, que sofre um processo de clarificação, ou seja, é aquecida em baixa temperatura para que a gordura pura se separe das toxinas, da água e dos elementos sólidos presentes no leite. Depois deste processo, o que resta é um óleo puro e livre de toxinas e lactose.

Produto do leite de um animal sagrado para os indianos, a Ghee fez parte da cultura do país desde sempre. É adorada por todos por ser um alimento sacralizado, mas também acessível e barato – mesma razão pela qual também foi incorporada às práticas medicinais há séculos. Por ser pura e livre de toxinas, é mais benéfica à saúde do que as manteigas comuns. Pode ser aquecida em altas temperaturas, não fica rançosa e dura meses fora da geladeira, em recipiente fechado.

Além de cozinhar, é possível fazer massagem e aplicar a Ghee na pele, como hidratante, no combate ao ressecamento intenso. Na Ayurveda, é considerada um rejuvenescedor e regenerador e serve de base para as preparações com variados tipos de ervas. Além disso, é utilizada simbolicamente em rituais do hinduísmo como casamentos e funerais.

jar and measuring tablespoon of ghee - clarified butterGHEE, A MANTEIGA CLARIFICADA: UTILIZADA NA CULINÁRIA, SAÚDE E ESTÉTICA

Gastronomicamente falando, a Ghee é parte de boa parte das preparações de origem indiana, como mais um elemento constitutivo do sabor único dessa cozinha oriental. Mas não precisa ser utilizada somente neste tipo de culinária. O nosso filé do jantar especial pode ser grelhado em Ghee, ela pode ser aquecida com ervas e, depois de esfriar, ser deliciosamente espalhada sobre uma baguete crocante, ou ainda integrar a receita de pães e bolos, substituindo a manteiga comum. Seu sabor é mais delicado e ela atinge altas temperaturas rapidamente e sem queimar, o que proporciona uma fritura uniforme.

unnamedLIBERADA PARA INTOLERANTES À LACTOSE: NÃO CONTÉM PARTÍCULAS DO LEITE

Além de resultar em preparações saborosas, cozinhar com ghee também é mais saudável. Em seu processo de clarificação, a lactose e as partículas sólidas do leite são eliminadas – o que significa que os intolerantes podem comer Ghee à vontade (sempre depois de consultar um nutricionista, claro). Por ser pura, também não tem muitas das toxinas presentes nas manteigas comuns, além de não possuir sal. Mas atenção: apesar de ser mais saudável do que as suas primas, a ghee continua sendo uma gordura, que pode engordar e alterar níveis de lipídios ruins no sangue, caso seja ingerida em excesso. Como nos ensina a Ayurveda, todo o excesso pode nos prejudicar.

ghee-recGHEE CASEIRA: SOLUÇÃO MAIS ECONÔMICA PARA COZINHAR COM SAÚDE

Prepare em casa a sua Ghee
Cozinhar com a rainha das manteigas pode ser um desafio. Ao contrário da Índia, onde o ingrediente é acessível a todos por um baixo custo, por aqui a iguaria vale ouro. Encontrada em alguns supermercados e em empórios especializados em gastronomia, a Ghee pode custar uma pequena fortuna, desencorajando o uso. Mas, calma. Há uma alternativa. Você pode clarificar sua manteiga em casa, preparando sua Ghee caseira e garantindo uma alimentação com uma fonte de gordura mais saudável e muito saborosa.

Como fazer
1)
Reserve a quantidade desejada de manteiga comum, sem sal, em temperatura ambiente.
2) Coloque a manteiga em uma panela, em fogo baixo ou banho-maria, até derreter e levantar fervura. Você vai ver que uma espuma se forma quando a manteiga começa a ferver. Depois de uns minutos, esta primeira espuma baixa e uma segunda se forma. Neste momento, desligue o fogo e retire toda a espuma com uma escumadeira.
3) Espere esfriar. Você vai ver que uns cristais se formam no fundo da panela quando a manteiga fervida começa a esfriar. Aquilo é a lactose e as partículas sólidas do leite que se cristalizam.
4) Quando estiver frio, coe em um pano limpo ou em uma gaze, para separar os sólidos e guardar somente o óleo que restou do processo. Guarde em um recipiente de vidro, fora da geladeira (duração de três meses) ou dentro (válida até dois anos).

Please follow and like us:

Mensagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *