Dietas Low Carb – Os protocolos mais comuns

Você sabia que dietas com baixo consumo de carboidratos não são novas? Muito pelo contrário, há décadas essas dietas são utilizadas, mas nos últimos anos entraram novamente na moda e finalmente estão ganhando boa aceitação. A dieta de Atkins foi a primeira dieta low carb a ganhar popularidade, mas a primeira publicação desta dieta foi feita por William Banting em 1863!

Lembro que quando tive meu segundo filho, eu engordei 25 quilos na gravidez, decidi fazer essa dieta por conta própria e rapidinho recuperei meu peso normal. Mas infelizmente eu tive que nadar contra a maré, pois ouvia vários médicos e nutricionistas condenando essa dieta e ficava bem confusa.

Há quem diga que as dietas low carb são mais uma moda passageira e pouco saudável. Dizem que sobrecarrega rins, fígado etc… Mas saiba que isso está longe de ser verdade. Diversos estudos científicos provam na prática este tipo de dieta é extremamente útil, pois vivemos numa sociedade onde somos bombardeados por propaganda de alimentos industrializados carregados de carboidratos constantemente.

FAÇA PARTE DA MINHA LISTA VIP E GANHE UM EBOOK

Receba, gratuitamente, todo o meu conteúdo inédito e o ebook Os 8 Principios Básicos para Tornar sua Alimentação Mais Saudável.capa ebook os 8 principios basicos para alimentacao mais saudavel

privacy Seu email está seguro comigo, eu nunca envio spam.

Como o próprio nome ja diz, dietas low carb, são dietas que restringem a ingestão de carboidratos e aumenta o consumo de proteínas e gorduras de boa qualidade.

A ciência também comprova que dietas low carb tem vários benefícios. Dentre eles: emagrece rapidamente, baixa as frações de colesterol LDL e triglicerídeos, dmininui a glicemia, cura esteatose e diabetes e baixa a pressão arterial.

Eu tenho uma alimentação paleo e de carboidrato baixo e me sinto super bem assim. Se você quiser tentar, vou listar aqui as dietas low carbs mais comuns:

DIETA LOW CARB NORMAL

Frango Piri Piri com Brocolis

A dieta low carb não tem uma definição fixa. É chamada de low carb porque restringe os carboidratos, mas a interpretação da restrição pode variar muito. Este tipo de dieta tem menos carboidratos e mais proteína que uma alimentação convencional.

Os principais alimentos desta dieta são as carnes, peixe, ovos, vegetais, frutas, nozes e sementes. Os alimentos eliminados ou minimizados são os grãos, cereais, tubérculos, bebidas e alimentos açucarados.

Alimentos como pão, macarrão, bolos etc, que são feitos a base de grãos e cereais não devem ser consumidos.

A ingestão de carboidratos recomendada depende dos objetivos e da preferência da pessoa:

  • 100 a 150 gramas de carboidratos por dia para manter o peso ou para pessoas que fazem muito exercício. Dá para comer uma quantidade ilimitada de vegetais, bastante fruta e até algumas batatas.
  • 50 a 100 gramas de carboidratos por dia para emagrecer ou para manter o peso. Dá para comer uma grande quantidade de vegetais e bastante fruta.
  • Menos de 50 gramas de carboidratos por dia para emagrecer rápido. Dá para comer muitos vegetais, mas é necessário limitar a ingestão de fruta.

DIETA LCHF

Café da Manhã da Dieta Low Carb

A dieta LCHF (low carb high fat) significa comer menos carboidratos e mais gordura. É uma dieta low carb normal, com uma ênfase maior em comer produtos inteiros e pouco processados.

O LCHF tornou-se muito popular na Suécia e outros países nórdicos. O principal foco está em carnes, peixe, marisco, ovos, gorduras saudáveis, vegetais, produtos lácteos, nozes e frutos silvestres.

A ingestão de carboidratos desta dieta está entre 20 a 100 gramas de carboidratos por dia. Podemos considerar o LCHF como uma mistura da dieta paleo e cetogênica.

No site do Dr. Souto ele detalha exatamente comod eve ser feita o protocolo LCHF. Clique aqui para ler o artigo completo.

DIETA PALEO LOW CARB

Ingredientes da Dieta Paleo

A palavra paleo está muito na moda e com boa razão. A dieta paleo low carb envolve comer alimentos não processados que estavam disponíveis na era paleolítica ou antes da revolução industrial.

Há vários estudos que mostram os benefícios da dieta paleo no emagrecimento, redução da glicemia e dos riscos de doença cardiovascular.

A dieta paleo não tem como objetivo ser baixa em carboidratos, mas quando é aplicada corretamente a ingestão de carboidratos baixa consideravelmente.

Os alimentos da dieta paleo incluem as carnes, peixe, marisco, ovos, vegetais, frutas, tubérculos, nozes e sementes. Uma dieta paleo elimina os alimentos processados e refinados como açúcar e farinha de trigo, grãos, leguminosas e laticínios.

DIETA DE ATKINS

Comer Mais Alimentos Ricos em Proteínas

A dieta de Atkins é a dieta low carb mais conhecida. Nesta dieta o foco está em reduzir os alimentos ricos em carboidratos e comer a quantidade de proteína e gordura que desejar.

A dieta do Dr. Atkins tem 4 fases:

  • Fase 1 – Indução: Comer menos de 20 gramas de carboidratos por dia durante 2 semanas.
  • Fase 2 – Perda de peso continuada: Adicionar lentamente nozes, vegetais e frutas com poucos carboidratos.
  • Fase 3 – Pré-manutenção: Quando chegar perto do peso ideal comece a adicionar carboidratos até a perda de peso desacelerar.
  • Fase 4 – Manutenção: Pode comer os carboidratos saudáveis que quiser desde mantenha o peso.

A dieta de Atkins foi demonizada durante décadas, mas a ciência moderna mostrou que é segura e efetiva.

Esta dieta foi muitas vezes mal interpretada, com muita gente a comer só carne e ovos. Quando seguida como explicada no livro o cardápio está recheado de vegetais e algumas frutas.

Hoje a dieta ainda é popular e também é conhecida pela dieta do carboidrato.

DIETA MEDITERRÂNEA LOW CARBSalmão Rico em Proteínas e Omega 3

A dieta mediterrânea é popular, especialmente nos círculos de profissionais de saúde na Europa.

Esta dieta seleciona alimentos que eram consumidos nos países mediterrâneos no início do século XX. A seleção dos alimentos muda conforme os diferentes países e tradições ao longo do mar Mediterrâneo.

Estudos mostram que esta dieta é eficaz na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer de mama e diabetes tipo 2.

Uma dieta mediterrânea low carb é a dieta mediterrânea com limites na ingestão de alimentos ricos em carboidratos como os grãos. É similar a uma dieta low carb convencional, mas tem duas modificações importantes. Enfatiza o consumo de peixe gordo em vez da carne vermelha e enfatiza o consumo de azeite de oliva extra virgem em vez das gorduras da manteiga.

DIETA CETOGÊNICA

Bife de Vaca com Muita Gordura

A dieta cetogênica se consitui pelo baixíssimo consumo de caarboidratos, muita proteína e muita gordura.

O objetivo desta dieta é manter os carboidratos tão baixos para o metabolismo entrar em cetose. Durante a cetose os níveis de insulina baixam e são liberados ácidos graxos armazenados no tecido adiposo.

Estes ácidos graxos são transportados para o fígado, onde são transformados em corpos cetônicos. Os corpos cetônicos são moléculas solúveis em água que podem ser utilizados como fonte energética no tecido muscular e no cérebro.

Em vez de utilizar carboidratos como fonte energética, o cérebro começa a queimar corpos cetônicos e glicose produzida pela gliconeogênese. Nesta situação o corpo está literalmente a queimar gordura.

A dieta cetogênica é utilizada para tratar epilepsia em crianças e pode beneficiar outros problemas neurológicos e metabólicos como a diabetes tipo 2. Esta redução extrema da ingestão de carboidratos e proteínas mantém os níveis de insulina muito baixos e permite recuperar a sensibilidade à insulina.

Esta dieta também é utilizada para emagrecer e alguns fisiculturistas utilizam durante curtos períodos na fase de definição. Manter este tipo de dieta por longos períodos diminui os níveis de testosterona e não é fácil a nível psicológico.

Uma dieta cetogênica rica em proteínas causa uma grande redução do apetite o que torna o processo mais fácil.

Estes são os vários tipos de dieta cetogênica:

  • Dieta cetogênica clássica. Esta é a dieta utilizada para tratar problemas neurológicos. Cerca de uma grama de proteína por quilo de peso corporal, 10 a 15 gramas de carboidratos e o resto das calorias provenientes de gordura.
  • Dieta cetogênica com muita proteína. Um máximo de 20 a 30 gramas de carboidratos por dia. As restantes calorias são provenientes de gordura e proteínas.
  • Dieta cetogênica cíclica. Seguir uma dieta cetogênica durante 5 ou 6 dias por semana. Comer muitos carboidratos, pouca gordura e pouca proteína 1 ou 2 dias por semana. Este tipo de alimentação foi popularizado pelo Dr. Mauro Di Pasquale com as sua dieta metabólica e dieta anabólica. Estas dietas permitem manter os níveis de testosterona mais elevados.
  • Dieta cetogênica estratégica. Adicionar pequenas quantidades de carboidratos antes ou depois de um treino.

QUAL É A MELHOR DIETA LOW CARB?

Ovos no Café da Manhã

Se você está à procura de uma dieta low carb, escolha aquela que se adapta mais facilmente ao seu estilo de vida, gostos alimentares e objetivos de saúde.

O que funciona para uma pessoa não funciona para outra. A melhor dieta para você é aquela que consegue seguir sem desistir.

Lembre-se , para ter saúde é preciso ter uma vida saudável, com hábisto saudáveis. É todo o conjunto e não apenas a alimentação.

Please follow and like us:

Mensagens

3 comentários sobre “Dietas Low Carb – Os protocolos mais comuns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *